segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Algumas fotos de hoje- 3o dia

Hoje foi o dia que andamos menos. Somente 642km. Sem um único buraco. Dá para imaginar isso?
Além de extremamente bem cuidada, passamos por apenas 4 pedágios que totalizaram R$4,00!!!Ontem, em estradas brasileiras, andamos 18km a mais e passamos por 8 pedágios, que nos custaram R$62,90!!!!!!!!!!!!! Alguma coisa está MUITO errada....

Este "estacionamento" até que tinha carros mais modernos e limpos, porque o normal é ver coches clasicos marrons de sujeira e, as vezes, com mato crescendo por dentro. (ZR)


 As casas são muito gracinhas, várias de madeira. Não se vê ""favelinhas", aliás desde  o Paraná.
 As casas, TODAS, tem telhado, iguais aqueles desenhos de criança. Por mais pobre que seja, tem uma flor
num vaso, ou plantada na frente e tem sempre algum bicho. Aqui não se vê laje, com aquelas horrendas caixas d'água azul. Cada casas tem a sua personalidade.


Todas as fotos desta gracinha vermelha são dedicadas ao Jason Vongoli, um amigo que, de uma certa forma, tornou esta nossa aventura real. (ZR)





                                                        Alicia. Filha do dono do citroen.
Irmã da  Alicia. Uma gracinha e super falante!




Suran??? Pensei que fosse uma SpaceFox. (ZR)

Parece até um sinal qualquer no Rio - Uma Ranger e um Voyage. Só que aqui na Argentina as montadoras oferecem carros coloridos, coisa que no Brasil é difícil de se ver. (ZR)


Belina 4 portas quase nova. Alguém vai querer? (ZR)




Parece mar, né? Mas é o rio Paraná.

Estas duas fotos são demais. A capa de proteção da caixa de roda dianteira perdeu uma de suas travas de plástico e  começou a raspar no pneu. Nós estavamos no meio do nada, na Província de Missiones, quando apareceu um grande posto de abastecimento...vazio, sem gasolina ou diesel nas suas bombas. Apenas um senhor muito gentil que atendia no bar do posto. Eu queria cortar a parte desta capa que estava raspando, mas ele me disse que as vezes a solução mais fácil pode ser a pior...(ZR)


Então ele pegou um martelo e um parafuso e......abracadabra! Fez um furo na chapa e apertou o parafuso com uma arruela. Pronto, resolvido o problema! É por causa de técnicas de manutenção assim, que nós vemos tantos carro antigos ou velhos circulando normalmente por aqui :-))))) (ZR)




 Nosso amigo mecânico e dono do posto, que é lanterneiro de profissão.(ZR)

 Ponte entre Corrientes e Resistência.



6 comentários:

  1. O Zé já quebrou o carro? Não é possível.

    Boas fotos. Impressionam as estradas argentinas.

    ResponderExcluir
  2. Esqueci... O 2CV é uma tetéia.

    ResponderExcluir
  3. Estão em Salta,
    Esta é uma das cidades que mais amo na Argentina toda! Comam empanadas na praça, as melhores do mundo, não há nada melhor.
    Quando chegar ao Atacama, mandem um beijo saudoso por mim...
    AMO
    Lu

    ResponderExcluir
  4. Zé você já está quebrando o Peugeot novinho?

    ResponderExcluir
  5. lU, estou achando isso aqui o maxímo! Acho que quero mudar prá cá! :)
    Vou comer as empanadas hoje! Gracias pela dica!
    :)

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. òtimas fotos, texto idem! mto bom acompanhar vcs! Bjs.

    ResponderExcluir